Jovem morre de maneira misteriosa no interior

Qua, 20 de Fevereiro de 2013 00:00 Administrador
Imprimir PDF

 

Não se comenta outra coisa na região a não ser o caso da morte do jovem Magno Cardoso Rangel, 21 anos, que residia no Distrito de Paulista, interior de Ecoporanga. Para a maioria das pessoas que estão acompanhando o caso pela imprensa, a morte por afogamento de Magno continua sendo um mistério.

A mãe da vítima, Clemilda Querino Cardoso, relata que seu filho saiu de casa para se divertir na Prainha de Cedrolândia, interior de Nova Venécia, em companhia de um amigo, no último dia 10. Mas ela jamais imaginaria que poderia receber uma noticia tão triste naquele dia, como a de que seu filho havia falecido, vítima de afogamento.

Inconformada com o caso, a mãe de Magno quer saber o que realmente aconteceu no local, pois achou muito estranho as marcas nos pés do rapaz, que pareciam ser de dentes ou unhas.”Parece que algo o puxou para o fundo da água”, disse Clemilda.

O incidente ocorreu por volta das 14h, e após 30 minutos desaparecido,o jovem foi encontrado por banhistas que se encontravam no local, e que, imediatamente se retiraram da lagoa, após o grande susto, já que o rosto, a orelha, os dedos e os olhos do rapaz teriam sido “devorados”.

Informações de alguns moradores da localidade, que pediram para não serem identificados, é que existem piranhas na região, que em poucos minutos é capaz de devorar qualquer coisa, desde que tenha sangue, pois o atrai.

Quem conhece a área afirma ainda que na Prainha tem um jacaré de aproximadamente 1,80 metros, mas que o fato ocorrido precisa ser investigado para saber o que realmente ocorreu, uma vez que, no momento do afogamento existiam centenas de pessoas ali, inclusive crianças, mas ninguém percebeu algo “estranho” no local.

Os familiares de Magno afirmam que pretendem evitar que algo parecido volte a ocorrer na naquela região, pois não querem que nenhuma família volte a sofrer como eles estão sofrendo com a perda de Magno.

Segundo alguns moradores da região, já houve outras fatalidades na localidade, mas nada foi devidamente esclarecido.

 

Laudo policial sobre a causa de morte no interior de Nova Venécia sai em 20 dias

A polícia de Nova Venécia aguarda nos próximos dias a conclusão do laudo pericial que confirmará as reais causas da morte do jovem Magno Cardoso Rangel, de 21 anos, que veio a óbito no último dia 10, na Prainha de Cedrolândia, interior do município.

Segundo informações, o incidente ocorreu por volta das 14h, e após cerca de 40 minutos desaparecido, o jovem foi encontrado por banhistas que se encontravam no local, e que, imediatamente se retiraram da lagoa, após o grande susto, já que o rosto, a orelha, os dedos e os olhos do rapaz teriam sido “devorados”.

As informações dando conta de que a vítima teria morrido após ter sido agredida por um jacaré ou por um  peixe piranha, não foram confirmadas pela polícia. De acordo com informações preliminares, Magno teria sido vítima de afogamento.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Você está em:   Home Nova Venécia Polícia Jovem morre de maneira misteriosa no interior